PMOP: Informativo

Museu das Reduções retoma atividades em Cachoeira do Campo-MG

PMOP: Informativo 15/07/2021/ 18:26:42
Museu das Reduções retoma atividades em Cachoeira do Campo-MG Imagem: Neno Vianna/PMOP

Publicado por Nízea Coelho - Prefeitura Municipal de Ouro Preto

Em novo endereço, desde novembro de 2020, às margens da Rodovia dos Inconfidentes, no distrito de Cachoeira do Campo, o Museu das Reduções retomou suas atividades no mês de julho. Fruto do trabalho de quatro irmãos, que após se aposentarem começaram por hobby a construir miniaturas, o acervo do Museu é composto por 29 réplicas de monumentos arquitetônicos nacionais, localizados em 24 municípios de 15 estados brasileiros. Confeccionados com o mesmo material das construções originais, o processo de produção das obras é totalmente artesanal.

Apresentado pela primeira vez ao público em 26 de março de 1994, no distrito de Amarantina, o Museu teve as atividades suspensas em 2016. “Por questões do desenvolvimento do distrito e devido à queda da arrecadação de bilheteria, nós tivemos que fechar as portas em 2016. Durante 6 anos, o museu sobreviveu através das leis de incentivo à cultura, Gerdau e Cemig patrocinaram nossos projetos educativos”, afirmou Carlos Vilhena, diretor do Museu.

A ida do Museu para outro distrito de Cachoeira do Campo aconteceu por ação do doutor Renato Figueiredo, que vislumbrou a possibilidade de salvar o Museu. “Cachoeira já tem um acervo histórico fantástico, um centro gastronômico e de hospedagem e o Museu das Reduções veio se encaixar nesse contexto. A gente espera realmente poder colaborar e também receber de volta o apoio e incentivo da comunidade”,  disse Carlos.

Assim como o diretor do Museu, o prefeito Angelo Oswaldo reconhece a importância do Museu para a comunidade. “As novas instalações vieram proporcionar a esse maravilhoso acervo um ambiente propício para termos mais visitantes e aproveitarmos da verdadeira aula que este Museu oferece. É um dos pontos mais significativos do roteiro turístico do nosso Município.”

A secretária de Cultura e Patrimônio, Margareth Monteiro, além de reforçar a importância do projeto museográfico, comentou sobre o interesse do executivo municipal em apoiar atividades para a difusão cultural do Museu. “Ficamos também de entrar em contato com a secretaria de educação para que nós possamos fazer um trabalho de educação patrimonial, como já foi realizado antes pela professora Terezinha Lobo Leite.”

Veja o horário de funcionamento:

Excepcionalmente, no mês de julho, o Museu funcionará todos os dias, das 9h às 16h.

Inteira = R$20,00

Meia = R$10,00

A partir de agosto, o funcionamento será às sextas, sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

Para mais informações, acesse https://museudasreducoes.com.br/ 

Outras Notícias