Itabirito

Palmeiras, com mais de 50 anos, serão retiradas da frente da Igreja de São Sebastião em Itabirito-MG

Itabirito 26/07/2022/ 18:00:48
Palmeiras, com mais de 50 anos, serão retiradas da frente da Igreja de São Sebastião em Itabirito-MG Foto/Reprodução: Redes Sociais - Paróquia São Sebastião Itabirito (MG)

Publicado por Radar Geral

As plantas foram colocadas na época do saudoso padre Adelmo

As quatro palmeiras-imperiais que estão em frente à porta da Igreja de São Sebastião serão retiradas. Os motivos são dois: um fungo, que atacou uma delas e que pode contaminar as outras, e também risco de acidente por queda natural das folhas.

Plantadas há mais de 50 anos pelo saudoso Padre Adelmo, as palmeiras dão um ar sofisticado e embelezam sobremaneira a entrada da paróquia. Contudo, os riscos são reais.

Segundo o padre Rodrigo Artur Medeiros da Silva, que está à frente dos trabalhos da São Sebastião há dois anos e meio, houve situação em que a folha de uma das palmeiras caiu perto de uma pessoa. “Ela veio reclamar no escritório paroquial (…). Se uma folha, de fato, cair em cima de alguém, a gente pode ficar mal na história, inclusive juridicamente”, disse o padre.

Entretanto, segundo ele, nenhuma folha até agora atingiu um pedestre. “Há relatos de folhas atingirem carros, mas isso foi antes de eu estar aqui”, afirmou.

Retirada

É certeza de que todas as quatro palmeiras serão retiradas. Todavia, o padre e a Prefeitura estudam a possibilidade de transplantio das três palmeiras sadias.

Transplantio é uma operação de transferência de uma planta adulta de um local para outro. “Temos de contar com apoio da iniciativa privada para isso. Estamos analisando a possibilidade, local para replantá-las, a questão do trânsito, toda a logística”, afirmou.

De acordo com pároco, a Prefeitura não autorizou o corte com base na possibilidade de acidentes, alegando que a Brigada está disponível para a poda das folhas. “Mas como uma das palmeiras adoeceu, a retirada foi autorizada”, disse o padre.

Ainda não se tem informação de quando acontecerá a retirada das plantas. “Se todas as palmeiras forem cortadas, a Paróquia terá que plantar 20 árvores em outros locais, como compensação ambiental. Isso é lei! Uma cidade, por lei, tem de ser arborizada”, salientou o padre.

O pároco garantiu que a porta da igreja será arborizada com novas árvores. “Só não poderá ser palmeira”, afirmou. 

Outras Notícias