Arquidiocese de Mariana

Arquidiocese de Mariana toma medidas de prevenção diante da pandemia do Covid-19

Arquidiocese de Mariana 24/03/2020/ 20:02:46
Arquidiocese de Mariana toma medidas de prevenção diante da pandemia do Covid-19 Imagem: Brasao da Arquidiocese de Mariana

Confira, na íntegra, a nota da Arquidiocese:

1- As igrejas permaneçam abertas aos fiéis que nelas desejem orar individualmente. Porém, evite-se cuidadosamente a aglomeração de pessoas. Os templos permaneçam continuamente arejados e higienizados. Nessa presente circunstância as paróquias ofereçam orações impressas, contendo súplicas em favor de toda a humanidade. Seja colocada em destaque a imagem da Virgem Maria para especial veneração e pedido de intercessão. 

2- Nos municípios onde as autoridades competentes decretarem a proibição de aglomerações públicas, abrangendo nesse caso o culto religioso, estará suspensa a celebração da Santa Missa com a participação do povo. Entretanto, nas paróquias os sacerdotes celebrem diariamente sem o povo e em suas intenções. 

3- Os fiéis sejam aconselhados a acompanhar a celebração eucarística através do rádio, televisão e internet e instruídos sobre como fazer a comunhão espiritual. 

4- No site da Arqmariana se encontrarão publicados e atualizados os horários das Missas transmitidas pelos meios de comunicação social em nossa Arquidiocese. 

5- Regra geral, estão igualmente suspensas as celebrações do Matrimônio, Batismo e Confirmação. Todavia o Batismo pode ser ministrado em caso de urgência. Sobre matrimônios já agendados, trate-se com os noivos a respeito da conveniência de sua celebração pública. As Exéquias sejam celebradas sem aglomeração de pessoas, de forma digna e breve, usando-se o rito das Exéquias sem Missa. 

6- Ficam suspensas, por tempo indeterminado, as novenas, tríduos e procissões programadas. Sobre as celebrações da Semana Santa serão, em tempo oportuno, emitidas orientações específicas. 

7- Estão suspensos os mutirões de confissões por causa da evidente aglomeração de pessoas. Todavia, no atendimento ordinário das confissões escolha-se um lugar mais amplo e arejado e observem-se as medidas protetivas e a distância recomendada entre as pessoas presentes: ao menos um metro entre elas. Tudo se disponha de tal modo que se conserve o devido respeito e a privacidade em torno desse sacramento. Ensine-se aos fiéis o significado e o valor do ato de contrição perfeita, acompanhado do propósito de se confessar individualmente quando for possível. 

8- Estão suspensos todos os encontros, reuniões, retiros e demais eventos eclesiais. 

9- Está suspensa a visita aos enfermos feita pelos ministros extraordinários da comunhão eucarística (MECE). Os sacerdotes se coloquem à disposição para o atendimento dos casos mais graves, sempre tomando a devida precaução e proteção. 

10- Está suspenso o expediente aberto ao público na Cúria Metropolitana, Centros de Pastoral, Arquivo Eclesiástico, Museus e outras instituições arquidiocesanas. Todavia funcionará o atendimento através do telefone e do correio eletrônico. Recomenda-se a adoção do mesmo procedimento pelas secretarias paroquiais. 

11- Todo o Povo de Deus eleve preces e súplicas fervorosas a fim de obtermos o auxílio divino diante dessa desafiante situação. Estimule-se a oração no ambiente dos lares, sobretudo o Terço e a leitura orante da Bíblia. 

12- Sem descuidar das medidas protetivas, os presbíteros e diáconos testemunhem especial atenção pastoral aos enfermos e aos que vivem em situação de pobreza extrema. Esses últimos são os que mais sofrem nessa circunstância e a caridade pastoral deve nos fazer presentes e atuantes. 

As presentes orientações são válidas até nova determinação. 

Mariana, 17 de março de 2020 

Dom Airton José dos Santos

Arcebispo Metropolitano de Mariana

Fonte: Arquidiocese de Mariana

Outras Notícias