Saúde, Vida e Bem-Estar

Benefícios do Milho para a saúde

Saúde, Vida e Bem-Estar 10/02/2020/ 19:48:06
Benefícios do Milho para a saúde Fotos: alimentos.com

O milho é um alimento largamente cultivado em diversos países, sendo usado tanto como alimento humano como para ração animal, por conta de suas propriedades nutricionais.

Quando falamos de um alimento que pode ser multiplicado em diversas receitas, quentes ou frias, doces ou salgadas, seja em lanches, almoço ou sobremesas, é impossível não se lembrar do popular milho. Um dos cereais mais consumidos no mundo, é também um alimento muito nutritivo.

Existem diversas variedades desse cereal, mas o milho branco e o milho verde disputam a preferência em nossa mesa e na indústria alimentícia. E, ao contrario do que se possa imaginar, o nome milho verde não tem a ver com a cor do cereal e sim com seu estágio de maturação.

O maior produtor mundial de milho são os Estados Unidos, que representam 50 % da produção mundial, seguido da China, Índia, Brasil, França e Indonésia.

ORIGEM DO MILHO

O milho é uma das culturas mais difundidas e consumidas hoje no mundo, junto com o trigo e o arroz. Mas seu cultivo antes do século XVI se restringia à região do Novo Mundo, como se tornaram conhecidas, na época, as Américas.

Registros indicam que a origem do milho está na América Pré-Colombiana, provavelmente na região do México e América Central, bem antes dos colonizadores europeus chegarem a essas terras.

No dialeto indígena caribenho, milho quer dizer “sustento da vida” e ele foi a base da alimentação de diversas civilizações antigas, como os Maias, Incas e Astecas.

Entre os indígenas norte-americanos, o milho era um alimento tão importante que, no início da colheita, a tribo Creek costumava realizar cerimonias que duravam vários dias. Para eles, esse estágio do cultivo marcava o começo do Ano Novo.

Foi a partir do século XVI, com o início da colonização da América, que a cultura do milho ganhou expansão para outras partes do mundo.

O MILHO NO BRASIL

Fonte expressiva de calorias, o milho é a base do cardápio de diversos povos no mundo, sendo essencial para a sobrevivência de países que têm na agricultura sua principal atividade.

benefícios do milho

O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de milho, com destaque para o Paraná, seguido de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Apesar da larga produção, também usada na exportação, apenas 5% do consumo do cereal em nosso país entra no cardápio do brasileiro. 65% são usados para alimentar o gado.

MILHO VERDE OU MILHO BRANCO?

A denominação milho verde refere-se ao milho cujos grãos ainda não estão maduros, porém já macios e aptos ao consumo, tanto na espiga assada quanto em diversos pratos, como pamonhas e curaus. O milho branco, que já está maturado, é usado para produzir fubá, farinha, óleo e pipoca.

Embora muito parecidos, o milho verde é mais nutritivo, por conter alto teor devido de luteína, carotenoides e vitamina. Quanto à cor, é importante saber que seja milho verde ou milho branco, os dois possuem a mesma – amarela.

DESTAQUE NA COZINHA

O que não falta na culinária típica brasileira são pratos preparados com milho-verde. Matéria prima principal de diversos quitutes, como canjica, cuscuz, pamonha, polenta e pipoca, ele também é usado pela indústria para fabricar biscoitos, sorvetes, pães, sucrilhos, óleo, maionese e cerveja. Boa parte desses é feita com amido de milho, que é a farinha retirada dos grãos. Em outras palavras, a maisena. O milho verde é o mais consumido em nossas terras, cozido ou como ingrediente de bolos, papas, pamonhas e mingaus, seguido do milho branco, que é usado no preparo de pipoca, canjica e fubá.

COMO CONSUMIR MILHO

Seja cozido, assado ou como ingrediente de bolos, pães e doces, o milho também dá um toque colorido, saudável e delicioso a saladas, arroz, molhos e carnes. Por combinar com tudo, seja em refeições quentes ou frias, doces ou salgadas, o querido milho será sempre bem-vindo. E o que é melhor, custa pouco para tantos benefícios e utilidades. Em média, o preço do milho (1kg) fica em torno de R$ 1,45.

MILHO NOME CIENTÍFICO

Velho conhecido de nossos indígenas, que o chamavam de abati, auati ou avati, na língua tupi, o nome científico do milho é Zea mays.

Esse vegetal, que faz parte do grupo das angiospermas (plantas que produzem suas sementes no fruto), pode alcançar até 2,5 m de altura. Sua espiga cilíndrica localiza-se na metade da altura da planta e seus grãos podem ser de vários tons, segundo sua variedade. Os mais comuns são os amarelos, mas também podem ser encontrados em outros tons como vermelho ou marrom. Os grãos do milho possuem peso, dimensão e textura irregulares e ficam dispostos em fileiras presos ao sabugo.

PROPRIEDADES DO MILHO

Seguramente um dos alimentos mais nutritivos que se tem notícia, o milho é rico em carboidratos, vitaminas e proteínas e sais minerais. Uma de suas vantagens nutricionais sobre o arroz ou o trigo vem do fato de que ele é consumido com a casca, que é rica em fibras e antioxidantes, importantes para eliminar toxinas e proteger o sistema imunológico.

Rico em fitonutrientes e antioxidantes, o grão de milho é ótima fonte de proteínas. Uma xícara de milho contém 5 g de proteína (5% de nossas necessidades diárias) e fornece aminoácidos essenciais para a saúde do nosso organismo.

propriedades do milho

O milho contém ainda importantes minerais como:

– Fósforo – importante para o crescimento e manutenção dos tecidos.

– Magnésio – previne doenças do coração.

– Zinco – favorece o nosso sistema imunológico.

E não é só isso: o milho (principalmente de pipoca) possui grande quantidade de fibras, que ajudam no bolo fecal e no funcionamento do intestino, prevenindo a prisão de ventre.

Um saquinho de pipoca, por exemplo, contém cerca de 20 g de fibras, metade da nossa necessidade diária. Entre suas principais vitaminas estão o ácido fólico, niacina e vitamina B6.

Curiosidades:

O milho de grãos amarelos é o que apresenta mais luteína e zeaxantina, antioxidantes muito importantes para a saúde ocular.

O milho de pipoca é o que contém mais minerais, enquanto o milho verde tem mais vitaminas.

BENEFÍCIOS DO MILHO

Se você acha que o maior dos benefícios do milho é deixar seu cardápio e sua vida mais gostosa, saiba que ele faz muito mais do que isso. Conheça alguns benefícios do milho para a sua saúde.

1.Benefícios do milho na saúde ocular – Rico nos antioxidantes luteína e zeaxantina, ele é muito benéfico para a saúde ocular.

2.Benefícios do milho na regulação do intestino – Pelo seu alto teor de fibras, ajuda a regular o intestino, protege a flora intestinal e sensação de saciedade. Também ajuda a reduzir os níveis de colesterol.

3.Benefícios do milho no controle da pressão arterial – Por converter o aminoácido homocisteína, ajuda a controlar a pressão arterial e protege contra doenças cardiovasculares.

4.Benefícios do milho para a gravidez – Por conter ácido fólico, é benéfico para mulheres em idade fértil e na gravidez, pois essa vitamina do Complexo B previne contra defeitos congênitos no feto.

A CULTURA DO MILHO

O ciclo de plantio do milho dura geralmente entre 115 e 135 dias. No Sudeste, o mês mais indicado para o plantio de milho verde é setembro, mas pode acontecer até novembro. Dependendo do mês de plantio, deve-se variar o espaço entre as fileiras e a quantidade de sementes/metro.

milho benefícios

Antes de adubar, faça uma avaliação do solo onde será feito o plantio. Geralmente, no cultivo do milho, aproveitam-se as chuvas da primavera para fazer a semeadura, pois esta planta tem raízes fracas e depende de boa quantidade de água.

Por ser resistente a pragas, o uso de herbicidas só deve ser feito em caso de necessidade. No Brasil, as regiões mais produtivas alcançam entre 250 a 350 sacas por alqueire. Algumas chegam a conseguir 520 sacas por alqueire.

Fonte: alimentos.com

Outras Notícias