História

O Chafariz do Alto da Cruz em Ouro Preto-MG

História 01/05/2019/ 20:35:12
O Chafariz do Alto da Cruz em Ouro Preto-MG Um dos marcos da história de Ouro Preto, o Chafariz do Alto da Cruz, que fica na Rua Resende, próximo a Igreja de Santa Efigênia, teve sua construção concluída em 1758.

Segundo texto publicado pela Fundação João Pinheiro - Plano de Conservação e Valorização de Ouro Preto e Mariana o Chafariz do Alto da Cruz "Trata-se de um chafariz parietal, cujo frontispício é extremado por duas pilastras de cantaria sem ordem, ligadas por uma verga em linha reta, da qual saem dois arcos. Do centro desta verga, parte uma pilastra que recebe superiormente uma figura. Todos estes detalhes são de cantaria. Na fachada, há um quadro de cantaria com três carrancas ligadas por linhas retas, fazendo ângulos. Em baixo, o poial de pedra, é formado por três assentos para receber os barris." 
A obra teve os trabalhos artísticos de Manuel Francisco Lisboa, pai do Mestre Aleijadinho. Pelos traços e características, acredita-se que o busto feminino em pedra-sabão que ornamenta a obra seja atribuído ao Aleijadinho, que nessa época tinha apenas 19 anos. É considerado o primeiro trabalho do Metre do Barroco Mineiro. 
O Chafariz do Alto da Cruz passou por sua primeira restauração no século XIX, entre os anos de 1853 e 1855. No século XX, entre os anos de 1935 e 1936, aconteceu nova restauração e foi colocado no chafariz tanque de cantaria do Itacolomi para cavalos. Em 1959, três carrancas forma acrescentadas ao monumento. 
(Texto e fotografias de Arnaldo Silva)


As informações são do site Conheça Minas

Outras Notícias
Rádio Sideral Cachoeira do Campo