Culinária

Biscoito Danado

Culinária 30/03/2019/ 16:14:43
Biscoito Danado O dia a dia na comunidade ‘Noiva do Cordeiro’ começa e termina com muita fartura. O vilarejo fica em Belo Vale, na Região Central de Minas Gerais, e tem cerca de 250 mulheres.
Durante a semana em que o Terra de Minas conheceu a comunidade, em todos os dias, a equipe foi recebida por um café da manhã fartíssimo e delicioso: pães, broas, bolos, roscas e biscoitos.
Mas um é muito, muito especial, chamado pelas moradoras de ‘danado’ (Biscoito Danado) , porque é danado de gostoso.


Biscoito Danado
Ingredientes:

7 copos americanos de polvilho doce
2 copos americanos de amido de milho
1 copo americano de farinha de trigo com fermento
2 copos americanos de açúcar
8 a 10 ovos
Modo de fazer:
Em uma vasilha, coloque o polvilho, o amido de milho, a farinha de trigo e o açúcar. 

Misture bem e comece a colocar os ovos. 

Um a um, misture com as mãos. 

O ponto é quando a massa começar a se soltar da mão com um pouco mais de facilidade. 

A dica é misturar por cerca de 20 minutos.
Para enrolar, passe as mãos no amido de milho, pegue uma parte da massa e faça os biscoitos. 

Leve para fritar em óleo bem quente até ficar dourado.


A história da Comunidade Noiva do Cordeiro remete aos anos de 1890, quando Maria Senhorinha de Lima toma uma decisão que, para a época, era vista como inaceitável. Moradora de Roças Novas, povoado do município de Belo Vale, ela casou-se com o francês Arthur Pierre e, após três meses de vida conjugal, resolveu abandonar o marido e viver com Francisco Augusto Fernandes de Araújo, conhecido como Chico Fernandes. Da união nasceram os filhos: Francisco, Maria Matozinhos, Vicente, Geralda, Genoveva, Beniga, Antônia e Ramiro.


Texto, foto e receita:http://www.visiteminas.com/biscoito-danado/

Outras Notícias
Rádio Sideral Cachoeira do Campo